Já as dobradiças especiais podem ser biarticuladas ou com uma única articulação e são indicadas para abertura e fechamento de portas especiais. Elas são encontradas nas versões para portas: com molduras especiais (como alumínio), sanfonadas, para cantos de cozinha, ângulos diferenciados e com montagem, além de, existirem opções de dobradiças "invisíveis" e articuladores para portas com abertura na vertical (para cima e para baixo).


A escolha entre dobradiças curvas, retas ou supercurvas deve ser feita em relação a suas funções. A curva é para armários que tem várias portas seguidas. Ela é indicada para portas centrais, pois seu mecanismo garante a abertura de uma porta sem o impedimento das seguintes. Já a dobradiça reta, deve ser utilizada em móveis simples, sem portas seguidas. A dobradiça supercurva tem um mecanismo que permite que as portas sejam aplicadas internamente ao móvel.




Vale lembrar que é importante determinar o número de dobradiças de acordo com o tamanho da porta. Para uma porta padrão de 50 centímetros de largura, por exemplo, o ideal é usar duas dobradiças para até um metro de altura e, a partir daí, uma dobradiça extra a cada 50 centímetros.

Edem de Souza

Edem de Souza começou no ramo moveleiro com seus 16 anos, tendo as primeiras noções com o seu pai. Anos depois, seguiu sozinho no ramo e hoje tem a sua marcenaria. Situado em Paracambi-RJ, atende a vários clientes no estado do Rio de Janeiro, incluindo vários arquitetos. Criou e mantém este blog, que tem feito com que ele seja mais conhecido e o seu trabalho reconhecido.

Escreva seu Comentário:

Seja o primeiro a comentar!!!



Gostou desta postagem?
Faça seu comentário sobre o que acabou de ler e ver.
Se quiser tirar alguma dúvida ou entrar em contato, utilize o Formulário de Contato
Obrigado.